Receba nossas Novidades!

Fique por dentro das novidades do mundo contábil.

Trabalhista

Gestão estratégica de RH: o que é e como implantá-la na sua empresa?

26 de novembro de 2018

A gestão estratégica de RH é um modelo de trabalho que se diferencia dos métodos tradicionais. Nela a coordenação é feita de forma proativa, ou seja, os profissionais responsáveis pensam à frente, buscando soluções para suprir necessidades da empresa antes que elas efetivamente apareçam.

Essa prática afeta a organização como um todo, uma vez que melhora as rotinas e introduz uma nova forma de enxergar os problemas e de pensar em soluções que beneficiam toda a empresa. Dessa maneira, a gestão estratégica de recursos humanos é uma prática que atua no sentido de alinhar os objetivos e necessidades dos colaboradores aos da empresa, cultivando um ambiente de trabalho mais produtivo e saudável.

Neste artigo, você vai entender melhor como funciona a gestão estratégica de RH na prática e como ela pode ser benéfica para a melhoria do desempenho na sua organização. Confira!

Como funciona a gestão estratégica de RH?

Na prática, esta forma de gestão é focada muito mais nas metodologias e habilidades dos profissionais, visando alcançar objetivos menos palpáveis, mas que oferecem bons resultados para a organização. Nesse sentido, o RH estratégico atua para criar um ambiente de trabalho livre de riscos, calcando as suas ações na segurança e baseando o trabalho no conceito de que ela é imprescindível para a produtividade dos colaboradores.

É pouco provável que um profissional tenha condições de exercer suas atividades de forma eficiente se ele estiver exposto a agentes que ofereçam riscos, por isso é papel do RH, enquanto setor estratégico, cuidar das questões de segurança.

Esse fator é um dos que mais contribuem para a construção de uma relação de confiança entre o funcionário e a empresa. Para avaliar se os colaboradores se sentem seguros e confortáveis dentro do seu ambiente de trabalho, o RH pode contar com pesquisas de clima organizacional, que devem ser preenchidas pelos próprios  colaboradores com o objetivo de gerar feedbacks para a empresa.

A estrutura da remuneração e dos benefícios oferecidos aos colaboradores também está dentro das estratégias do RH, tendo em vista que tal fator influencia no conjunto de percepções que os colaboradores possuem da empresa e também no nível de motivação e satisfação de cada um com a mesma. Através de uma política de cargos e salários bem definida e estruturada, é possível beneficiar de forma justa todos os trabalhadores. E através de programas de motivação, como a gamificação, comissões e premiações, os colaboradores tendem a sentir reconhecimento pelo trabalho prestado. Nesse aspecto, o RH é um setor extremamente importante na definição das estratégias que podem ser adotadas com o fim de oferecer bons salários e benefícios aos colaboradores.

A necessidade de manter o time constantemente atualizado e engajado é outro fator importante na estratégia de RH. O desenvolvimento dos funcionários com ofertas de treinamentos também é papel dos gestores de recursos humanos. Nesse aspecto, destacam-se os cursos, os programas de treinamento, as participações em palestras e seminários e todos os outros treinamentos vinculados à capacitação e potencialização de retenção de talentos dentro da empresa.

Entre as funções do RH, o recrutamento e seleção é outro viés importante. Sob o olhar estratégico, ele está relacionado à capacidade do gestor de encontrar no mercado profissionais capacitados, que estejam de acordo com o perfil da vaga a ser preenchida e alinhados com os valores que a organização sustenta. Nesse contexto, é importante destacar que o gestor deve estar preparado para formar uma equipe forte e produtiva e engajada com a missão da empresa, e este resultado só é obtido por meio de uma atuação planejada.

Após o processo seletivo e a contratação, o gestor deve fazer o possível para reter e desenvolver este funcionário dentro da empresa, diminuindo o índice de turnover da organização e potencializando suas habilidades e talentos. 

Por fim, uma gestão estratégica de RH deve ser baseada na manutenção de um relacionamento salutar com os funcionários. Por isso, é de suma importância que o RH se mantenha o mais próximo possível dos colaboradores para conhecer suas necessidades, desejos e o que os motiva ou não. O fortalecimento da relação entre o empregador e os empregados é extremamente importante, pois cuidar do capital humano da empresa significa estar preocupado com o sucesso e o futuro do negócio.

Qual a diferença entre o RH tradicional e o RH estratégico?

O RH estratégico se diferencia do tradicional porque o primeiro está direcionado para o desenvolvimento de ideias para melhorar o desempenho da empresa e dos profissionais que fazem parte do seu quadro, enquanto o RH tradicional atua exclusivamente na esfera administrativa.

O RH tradicional tem muito pouco a agregar para uma empresa com espírito inovador e que está voltada para o crescimento e o desenvolvimento no negócio. Por outro lado, o RH estratégico é um parceiro na gestão da organização como um todo. Assim, ele atua ao lado dos demais gestores com o objetivo de desenvolver ferramentas e soluções que possam beneficiar e auxiliar no crescimento da empresa.

Por que transformar o RH em um setor estratégico?

O principal motivo pelo qual o empresário deve pensar em transformar o seu RH em um setor estratégico são os resultados que a sua empresa terá a médio e longo prazo.

Atuar de forma proativa, buscando o desenvolvimento de um ambiente saudável e que agregue conhecimento, participação e eficiência, são fatores que só têm a favorecer a organização. Dessa forma, transformar o setor em um ambiente estratégico vai refletir positivamente em diversos aspectos que importam de forma relevante para a saúde e a continuidade da empresa.

Quais são os benefícios dessa mudança?

O principal benefício dessa mudança é a produtividade. O RH estratégico tem a função de investir em medidas e iniciativas que permitem agregar eficácia e eficiência para o trabalho desenvolvido pelo colaborador na sua rotina, inclusive capacitando-o para trabalhar bem, mesmo diante de dificuldades.

Dessa maneira, uma atuação menos administrativa e mais humana e estratégica reflete em efeitos dentro da organização e dos profissionais como um todo, o que representa um aumento na motivação, desempenho e, consequentemente, na produtividade.

A partir desta constatação, a empresa passará a se destacar frente ao mercado e à concorrência, uma vez que os produtos e/ou serviços passarão a ser entregues com mais rapidez e qualidade. Proporcionalmente, a lucratividade aumentará e todos os membros da equipe (gestores, sócios, acionistas e colaboradores) alcançarão o êxito juntos.

De tal forma que, com uma boa reputação perante o mercado, além de conquistar novos clientes, a empresa também atrairá profissionais mais qualificados para futuros processos seletivos, aumentando a chance de manter o time forte e produtivo.

Como implementar a gestão estratégica na sua empresa?

A gestão estratégica pode ser implementada de diversas formas. Hoje, grande parte das empresas tem apostado no uso da tecnologia, como ferramentas para automatizar tarefas rotineiras e repetitivas, a fim de agilizar o trabalho no setor e facilitar a gestão do tempo, permitindo que os profissionais de RH tenham tempo livre para o planejamento de ações estratégicas.

Ainda, a realização de treinamentos e capacitações é outra forma de começar a implementar essa mudança dentro da empresa. A mudança na cultura da organização e na forma como ela lida com o seu capital humano pode começar dentro do setor de RH, que vai ser treinado e capacitado para disseminar essa transformação para os demais setores da empresa.

Como você pode ver, para melhorar a gestão de recursos humanos basta pensar nos colaboradores da empresa como ferramentas que potencializadas e motivadas, podem aumentar a produtividade e gerar bons resultados. Se você conseguir enxergar sua empresa com o potencial que ela tem para se desenvolver, ficará mais fácil melhorar a cultura organizacional e investir no crescimento de setores tão importantes como é o setor de RH.

Gostou deste artigo sobre gestão estratégica de RH? Então confira este post com dicas especiais sobre a importância de uma consultoria na gestão dos recursos humanos da sua empresa.

Veja Outras postagens