fbpx

Receba nossas Novidades!

Fique por dentro das novidades do mundo contábil.

Empreendedorismo

Empreendedorismo no Brasil se apresenta como alternativa cada vez mais atrativa

18 de fevereiro de 2020
Empreendedorismo no Brasil
Tempo de leitura: 6 minutos

Diante de um cenário de constantes mudanças, com novas profissões surgindo, assim como novas necessidades para o público em geral, o empreendedorismo no Brasil também desponta para tentar sanar as diversas oportunidades de negócios e “gaps” no mercado de trabalho.

No país, o número de empreendedores chega a quase 52 milhões. Com isso, atingindo dois de cada cinco adultos brasileiros, segundo dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2018.

Mesmo com a percepção geral que insiste em perpetuar as dificuldades do empreendedorismo no Brasil, a alternativa tem sido atrativa e se apresenta como uma possibilidade para aqueles que desejam ter seu próprio negócio, oferecendo ao mercado e ao público seu produto ou serviço de forma diferenciada.

Nesse contexto, é importante encarar as mudanças que tornaram esse panorama relevante ou possível, assim como o perfil e as características dos indivíduos que tiveram coragem de ultrapassar as dificuldades burocráticas e financeiras para abrir sua empresa. Só dessa forma é possível compreender verdadeiramente como o empreendedorismo no Brasil se desenvolve.

Expectativas para o empreendedorismo: setores em alta

Para aqueles que se sentiram motivados em iniciar o seu próprio negócio, é relevante levar em consideração as estatísticas e as análises realizadas pelos setores responsáveis. É o caso do Relatório Negócios Promissores em 2019, realizado pelo Sebrae.

Segundo o levantamento, o desempenho crescente do Produto Interno Bruto (PIB) e as boas previsões, têm reflexos consideráveis no comportamento das micro e pequenas empresas. Ou seja, pensando no empreendedorismo no Brasil, o setor de serviços se estabelece, atualmente, como uma aposta considerável para quem planeja investir.

Todo o cenário estabelecido favorece os negócios voltados para a prestação de serviços pessoais, assim como aqueles que atendem às necessidades básicas da população. Ou seja, aquilo que as pessoas acabam encarando como indispensável.

Por isso, ao resolver encarar todas as especificidades do empreendedorismo no Brasil, ramos como produção de conteúdo online, alimentação e vestuário, entre outros, se apresentam como potenciais mais atrativos.

Já para aqueles que buscam de forma mais efetiva qual o setor é o mais atraente para investir dentro desses segmentos, é indispensável que haja um cuidado especial em relação às tendências. No setor alimentício, por exemplo, a pesquisa Ibope de 2018, que informa que 14% da população no país é vegetariana é um bom indicativo.

Inclusive, ao pensar em empreendedorismo no Brasil, esses pormenores não podem ser ignorados. Pensar no comportamento do consumidor é o que fez grandes marcas como Burger King e Mcdonald’s investirem, por exemplo, em opções de lanches para esse público.

Ainda nesse cenário mais sustentável e consciente, no setor de vestuário os brechós se destacam. Unindo, porém, as novas necessidades do empreendedorismo no Brasil ao se utilizar o e-commerce para alavancar o negócio. Como é o caso do Enjoei – site que dá a vantagem de negociação em diversos cantos do país.

Seguindo a tendência sustentável, muitas marcas estão utilizando materiais biodegradáveis e reaproveitados para confecção de seus produtos, como é o caso da marca Elvis e Kresse que utiliza material de mangueiras e cintos de bombeiro para confeccionar seus produtos.

Microempreendedorismo surpreende e apresenta importante crescimento

Ao abordar no crescimento do empreendedorismo no Brasil, não é possível ignorar a importância do microempreendedor individual (MEI) nesse cenário. Em março de 2019, o número de indivíduos cadastrados ultrapassou os 8 milhões, de acordo com dados do Portal do Empreendedor, do governo federal.

Em retrospecto, nos últimos cinco anos, esse número avançou em mais de 120%. Uma marca significativa que apresenta a regularização de muitos negócios, além do incentivo crescente em optar por ele. No último ano, o programa completou 10 anos e apresenta os frutos para o empreendedorismo no Brasil.

Os dados ainda afirmam que a concentração de microempreendedores se dá na faixa entre os 31 a 40 anos – mais de 30% do total. Porém, cerca de 22% têm até 30 anos. Afinal, é por meio do MEI que inúmeros profissionais podem formalizar os seus micro negócios a um baixo custo. Dentre elas, é possível citar:

  • Vendedores;
  • Manicures;
  • Cabeleireiros;
  • Adestrador de Animais;
  • Açougueiro;
  • Animador de festas;
  • Confeiteiro;
  • Entre outros.

Ou seja, ao falar sobre empreendedorismo no Brasil, é imprescindível ter em mente esse aspecto multifacetado que faz o empresário tão importante para a economia do país.

Também é importante destacar, nesse contexto, o papel das micro e pequenas empresas para alavancar a economia do país. Em fevereiro de 2019, elas foram responsáveis por gerar mais 70% do total de vagas abertas. Revelando, assim, a indispensabilidade do empreendedorismo no Brasil para que o dinheiro circule.

Redução de taxa de juros é diferencial

Ao falar de empreendedorismo no Brasil, não basta apenas levantar questões que envolvem a vontade do indivíduo em abrir uma nova empresa. A burocracia e as dificuldades financeiras também devem ser abordadas. Porém, um novo panorama tem beneficiado esse ramo.

Em 2019, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) estabeleceu a taxa básica de juros, a Selic, em 4,25% ao ano, o patamar mais baixo da nossa história, que deve ser mantido até o fim de 2020, de acordo com analistas.

Ou seja, com a Selic em níveis mais baixos, é possível estimular ainda mais o empreendedorismo no Brasil. Já que, com isso, as facilidades de busca de crédito em bancos também terão repercussão no setor financeiro das empresas. A consequência é a redução, portanto, das taxas de crédito oferecidas pelas instituições financeiras.

Afinal, é sabido que, para alavancar de vez a economia, retomar o crescimento e estabelecer um cenário otimista, o empreendedorismo no Brasil precisa estar em pleno vapor, oferecendo emprego, garantindo que as engrenagens de compra, produção e venda estejam em funcionamento.

É possível compreender, então, que mesmo que a empresa em si entenda que não há necessidade de buscar por algum tipo de financiamento ou não tenha em mente a compra de títulos ofertados pelo Estado, o aumento ou não da Selic tem impacto direto de esvaziamento desse negócio. Isso porque, acima de tudo, a economia funciona como um ciclo. E o empreendedorismo no Brasil passa por ele.

Como os empreendedores enfrentam a burocracia no Brasil

Mesmo com todo o cenário tendendo positivamente para o empreendedorismo no Brasil, ainda há muitos percalços para se abrir, e mais ainda, sustentar uma empresa, e o motivo é que nós somos um dos países com maior carga tributária do mundo, tanto para pessoas físicas, quanto jurídicas. Você sabia, por exemplo, que 44% do valor final da gasolina é só de impostos que são divididos entre o Governo Estadual (29% de ICMS) e Governo Federal (15% de CID e PIS/Cofins)? Isso sem contar com o alto custo para se manter o posto de gasolina.

Por isso, se torna um verdadeiro diferencial competitivo frente aos concorrentes contar com uma empresa de contabilidade que não só faça as obrigações e relatórios triviais, como também tenha profissionais multidisciplinares e estrutura corporativa para assessorar o empresário nas tomadas de decisão do dia a dia.

Neste sentido, é primordial que no início das atividades do empreendimento e a cada ano a assessoria contábil especializada faça um planejamento tributário, que vise sugerir a opção da forma de tributação mais benéfica ao negócio, ao pagar menos tributos respeitando a legislação, e que seja capaz de sanar eventuais lacunas de procedimentos e processos internos e de cumprimentos de obrigações tributárias, trabalhistas e empresariais que podem gerar prejuízos financeiros ao negócio.

Se quiser entender um pouco sobre as obrigações tributárias federais, elaboramos uma agenda tributária para o ano de 2020, nela você vai encontrar os principais Tributos e declarações Federais, contendo a descrição e as datas de vencimento de cada um deles, está super completa. De qualquer maneira deu para entender um pouco melhor sobre a forte carga tributária das empresas?

Não é de se admirar que muitas empresas que não têm esse apoio irrestrito empresarial da sua assessoria contábil tenha um verdadeiro caos na gestão do negócio e acabam se enrolando com todas as obrigações, prejudicando os resultados do empreendimento.

Empreendedor desde cedo: pesquisa aponta características

Diante de tantos dados, entender quem são esses empreendedores também é relevante. Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae com mais de duas mil pessoas, um em cada três empresários já pensava em traçar sua carreira nesse aspecto antes de completar 18 anos.

O número expressa, portanto, o potencial de negócios e como o empreendedorismo no Brasil tem se apresentado como uma alternativa firme e não apenas como um recurso para momentos de desemprego.

Ainda de acordo com a pesquisa, é possível ressaltar que, quando o recorte trata apenas dos empresários com até 24 anos, a porcentagem chega a 80%. Características importantes para entender o aumento do empresariado e suas necessidades para crescer e promover empregos e, em consequência, melhorias para o país.

Pensar sobre essa mudança de paradigma é interessante para compreender o cenário do empreendedorismo no Brasil e quão, cada vez mais, tem se mostrado interessante.

Ou seja, o panorama do empreendedorismo no Brasil vem mudando, assim como o comportamento dos empresários e o seu perfil. As transformações são positivas e despertam otimismo diante de um cenário que pode indicar um potencial crescimento econômico.

Se você está pensando em empreender neste ano e quer fazer o seu negócio dar certo, é importante sempre se atentar às tendências de mercado, por isso preparamos uma matéria super completa que aponta as 7 principais tendências de mercado para você ficar de olho em 2020, boa leitura!

5 erros contábeisPowered by Rock Convert

Veja Outras postagens